Alunos do Projeto “Cuidando das Águas”, da Escola José Ferreira Bastos, presentes na conferência

O Serviço Autônomo de Saneamento Básico – SAAE – de Itabirito, promoveu a 5ª Conferência Municipal de Saneamento Básico (CMSB). O encontro é realizado a cada quatro anos no município e tem mobilizado a comunidade para a melhoria da prestação do serviço de saneamento na cidade e região. Este ano a conferência inseriu a revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

O evento foi coordenado pelo engenheiro e mestre em saúde, Carlos Henrique de Melo, e teve como tema “Garantia da participação popular”. Segundo Melo, a realização da conferência, além de promover uma discussão ampla sobre os serviços de saneamento básico, constituiu uma estratégia de planejamento participativo para apontar diretrizes para o setor e criar instrumentos e canais institucionais de controle social.

Público presente à 5ª Conferência Municipal de Saneamento Básico de Itabirito

Na oportunidade, representantes do poder público e a população discutiram propostas e votaram ações para serem realizadas nos próximos quatro anos. A Conferência reuniu todas as propostas, divididas em quatro eixos: abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduos sólidos e drenagem pluvial, formuladas pela comunidade durante as pré-conferências realizadas em toda a cidade e distritos durante dois meses.

Para o diretor presidente do SAAE, Wagner Melillo, discutir o saneamento é também intensificar a importância sobre as interfaces entre a política de saneamento básico com as políticas públicas – educação, saúde, meio ambiente, desenvolvimento urbano, habitação, desenvolvimento econômico e turismo, na perspectiva da construção de uma cidade saudável.

De acordo com o coordenador da CMSB, Carlos Henrique, os resultados da conferência serão sistematizados em forma de documentos orientadores e alinhados com a revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico.

Com informações e fotos da assessoria de comunicação do SAAE de Itabirito.